Portal do aluno

Com 43 anos de história, Facape tem impacto direto na economia e desenvolvimento do Vale do São Francisco

Não é difícil encontrar em ambientes corporativos, tribunais, casas legislativas e até fora do país profissionais formados pela Facape. A Autarquia municipal, fundada em 1976, tem uma importante participação na vida de pessoas e no desenvolvimento da região do Vale do São Francisco. Umas das pioneiras na oferta de ensino superior na cidade de Petrolina, a Facape iniciou sua atuação com a expectativa de se tornar referência em educação no estado de Pernambuco, fato que se consolidou. 43 anos depois, a instituição soma histórias de sucesso dos seus egressos, muitos deles que retornaram para a Faculdade para se tornar professores e dar continuidade à missão de formar talentos.

Outros estudantes, que passaram pela Autarquia, se tornaram empresários, gestores, políticos e atores que têm significativo impacto no avanço econômico e social da cidade, que hoje desponta entre uma das mais desenvolvidas do estado.

A qualidade do ensino, qualificação de professores e estrutura fazem da Facape uma das mais importantes e robustas Autarquias do país. Atualmente a Faculdade oferece oito cursos de graduação e nove cursos de pós-graduação, além de manter parceria e convênios com órgãos como Prefeitura de Petrolina, Procon, Tribunal de Justiça de Pernambuco, Apex-Brasil, Univasf, UPE, IF-Sertão e UNEB.

A contribuição social, para a comunidade externa, também é ponto forte da Autarquia, que conta com diversos projetos de Extensão, instrumentos que possibilitam aos estudantes a prática de suas futuras profissões e beneficia comunidades com a oferta de serviços e conhecimento.

O futuro
Para se tornar competitiva e acompanhar as transformações do ensino superior no Brasil, é necessário uma constante adaptação. Desafio assumido pela atual gestão da Autarquia, que vê a Facape como um dos grandes patrimônios de Petrolina e do Vale do São Francisco. Um dos responsáveis pela Instituição é Antonio Habib,  presidente, egresso do curso de Administração da Faculdade e professor titular da casa.

Habib, ao lado dos diretores José Alberto, executivo; Vania Lasalvia, acadêmica e Ivony Dourado, administrativa financeira, tem buscado, através de fortalecimento de parcerias, abertura de diálogos com agentes e entidades e colaboração de professores e técnicos administrativos a expansão da atuação da Faculdade, implantando novos cursos, como o de medicina; investindo na qualificação do docente e incentivando a prática de atividades e ações que mantenham a Facape no patamar de uma das mais importantes do estado.

No aniversário de 43 anos da Facape Habib e, os demais membros da gestão, reforçam o compromisso com a Autarquia. “São mais de quatro décadas de uma instituição que tem a cara do Vale do São Francisco: próspera e em constante desenvolvimento. Nós da gestão assumimos o compromisso de cuidar da Facape como nossa casa e é nisto que estamos empenhados. Muitos são os desafios, mas com nossa força de trabalho e tradição, certamente continuarem sendo exitosos”, avalia o professor, enaltecendo também o importante papel dos estudantes, professores e servidores da Instituição. “Não fazemos nada sozinhos e precisamos também parabenizar e agradecer a parceria e confiança dos que confiam a nós a tarefa de ser responsável pela formação profissional, assim como os professores e servidores que nos acompanham”, destaca Habib.

Formas de ingresso

Vantagens e benefícios

Esta modalidade oferece bolsas para estudantes oriundos de escola pública ou que estudaram em escolas particulares na condição de bolsista. Também estão contemplados servidores da Facape, Prefeitura de Petrolina e seus dependentes.

Para ser beneficiado o candidato deve optar pelo Vestibular Social no ato de inscrição no Vestibular. Ao ingressar na Instituição o estudante tem um desconto total no valor das mensalidades no primeiro ano do curso. Os valores são ajustados semestralmente, de acordo com as regras estabelecidas pelo programa de bolsas.

O aluno que ingressar nessa categoria obriga-se a prestar uma contrapartida de 4 horas diárias de segunda a sexta feira totalizando 960 horas.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC), que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Atualmente a Facape disponibiliza o financiamento para todos os cursos.

Para ser contemplado o candidato deve fazer inscrição no site do FIES e apresentar nota do ENEM.

O CREDIFACAPE é mais uma oportunidade que facilita o ingresso e permanência do aluno na Faculdade. Ao aderir o estudante é beneficiado com um crédito estudantil que financiará 50% do valor do seu curso. O programa beneficia estudantes classificados no vestibular social e não contemplados dentro do número de bolsas reservadas para este público, além de ingressantes com a nota do ENEM, Histórico Escolar, portadores de diploma e estudantes matriculados por transferência externa.

Para dar entrada no financiamento o estudante deve se dirigir a CAD (Central de Atendimento ao Discente) da FACAPE de 8h às 12h e de 15h às 19h. Mais informações no número (87) 3866-3213. 

O Programa Pernambuco na Universidade – PROUNI-PE é destinado à concessão de bolsas de estudo do ensino superior para alunos de baixa renda vinculados a Instituições de Ensino Superior – IES. O PROUNI-PE tem por objetivo a formação de pessoas em nível superior, prioritariamente nos cursos de áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, através da concessão de subsídio financeiro e do atendimento às demandas dos setores econômicos do Estado de Pernambuco, propiciando melhor qualificação de recursos humanos para a sociedade e inclusão social e laboral para os bolsistas. O processo seletivo dos bolsistas possui como critério de seleção o Enem ou outro exame nacional que eventualmente venha a substituí-lo, sendo a nota de entrada mínima definida em edital.
PODEM PARTICIPAR
As bolsas de estudo serão concedidas a brasileiros e/ou naturalizados, não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de 1,5 (um e meio) salário mínimo, ressalvados os casos de complementação pedagógica para bacharéis e segunda licenciatura em áreas afins para professores do ensino fundamental ou médio. Bolsa de 500,00 (quinhentos reais) com contra-partida em participação de programas de extensão e pesquisa na FACAPE.
 Para maiores informações clique aqui

Conheça nossos cursos

Infográfico

Adicione o texto do seu título aqui

Localgrama

Clique na imagem para melhor visualização