Ciências contábeis

Sobre o curso

O Curso de Ciências Contábeis (CCC) da FACAPE possui tradição em formar profissionais com elevada qualificação técnica e científica para trabalharem nas empresas públicas, privadas ou no terceiro setor.

A prática pedagógica do CCC junta elevada carga de disciplinas práticas e científicas, preparando o futuro profissional para ser empreendedor contábil ou, na área pública, buscar cargos como Auditor Fiscal, Analista de Receitas Públicas, Perito Contador da Polícia Federal e Controlador, entre outras.

Para tanto, o CCC conta com uma equipe de professores de elevada qualificação e experiência, a maioria é mestre ou doutor, que estão engajados em oferecer metodologias de ensino inovadoras

Ficha técnica

Últimas notícias

Matriz curricular

Corpo docente

Diferenciais do curso

Desde o ano 1995 CCC da FACAPE é a maior referência na formação de Contadores em toda a região do Vale do São Francisco. Hoje são mais 1.500 profissionais atuando para o engrandecimento da sociedade, o desenvolvimento das organizações e para valorização da ética.

O diferencial é ser um curso presencial com projeto pedagógico pautado na qualidade acadêmica para formar profissionais de excelência e professores com larga experiência acadêmica e profissional em contabilidade.

As disciplinas são ministradas com dois vieses fundamentais teoria e prática. Para levar a cabo a experiência prática descrita no perfil do egresso, este PPC prevê que os alunos terão experiências, reais e simuladas, da prática contábil. Tal experiência é percebida, por exemplo, nas disciplinas de Práticas Contábeis, Jogos Empresariais e Estágio Supervisionado, entre outras. Em reforço, a parceria da AEVSF/FACAPE com o Conselho Regional de Contabilidade prevê a oferta regular de cursos e treinamentos para alunos e profissionais. Esta vivência é absorvida por este PPC através das Atividades Complementares previstas no cumprimento da matriz curricular.

Ainda no campo da experiência prática, é prevista a implantação da Empresa Júnior no CCC, esta entendida como espaço para que alunos possam prestar serviços empresariais, devidamente acompanhados por professor do CCC, e, principalmente, para o desenvolvimento de ações sociais como a inscrição de Micro Empreendedor Individual (MEI), inscrição de pessoas no Cadastro Nacional de Pessoas Físicas (CPF), o preenchimento de Declaração de Ajuste Anual de Imposto sobre a Renda de Pessoas Físicas (IRPF), entre outras oportunidades de despertar no alunado a importância de um mundo socialmente justo.

Já no campo teórico, as disciplinas que levam o aluno à escrita científica, vistas a seguir no núcleo de formação científica, objetivam a formação de uma cidadania para a participação na tomada de decisões. Não por acaso, o curso é de Ciências Contábeis, pois o dia a dia deste profissional é instigante e desafiador. Portanto, o ensino das ciências é um imperativo estratégico.

Observa-se, por exemplo, que ao realizar uma auditoria ou uma perícia ou um planejamento tributário, o profissional da contabilidade deverá estabelecer um método, aprofundar-se na resolução de um problema e relatar a experiência, concluindo-a com a emissão de seu parecer ou voto fundamentado. Desta forma, deverá tais cientistas da contabilidade contribuírem com perspectivas e interesses mais amplos que a rotina de registro e controle, para atuar racionalmente na busca de indicadores que auxiliem a gestão na tomada de decisões, econômicas, sociais, políticas ou legais.

Depoimentos dos alunos

Mais detalhes

Nos últimos anos, a área de atuação do profissional de contabilidade sofre interferência
direta da abertura dos mercados de ações, das normas internacionais de contabilidade e da flutuação dos níveis econômicos por que passa o Brasil e os brasileiros. Tais fatos requerem do contador visão sistêmica, escolhas e julgamentos pautados por aspectos institucionais, culturais, éticos, políticos e sociais.

Nesse rumo, o Curso Bacharelado em Ciências Contábeis oferecido pela FACAPE tem
por objetivos:

  • Formar profissionais de elevada qualificação para o mundo do trabalho nos diferentes segmentos organizacionais;Disseminar o conhecimento dos diversos modelos organizacionais;
  • Contextualizar o marco teórico da contabilidade, através do ensino, da pesquisa e da extensão;
  • Integrar as atividades de extensão, pesquisa e ensino de modo a contextualizar o processo de aprendizagem.

O CCC busca oportunizar ao egresso a qualificação necessária à compreensão de questões científicas, técnicas, sociais e econômicas em processo no mundo contemporâneo. Para além disso, o egresso deve estar apto ao gerenciamento e à assimilação de novas  informações, apresentando flexibilidade intelectual e adaptabilidade às mudanças e, ainda, habilidade e competência no trato de situações adversas presentes ou emergentes no campo de atuação do Contador.

Pelo perfil exposto, o CCC instiga a prática pedagógica na perspectiva da construção da autonomia intelectual, como requisito à formação profissional, através das implicações práticas e teóricas, por meio da iniciação científica e das atividades de extensão.

Nesse sentido, têm-se que a tecnologia é cada vez mais importante para os contadores. Por isso, é imprescindível que o profissional seja capaz de compreender o mundo digital para utilizar aplicativos e ter comunicação direta com os contratantes e lançar dados contábeis relativos às despesas e receitas de uma empresa. 

Na era digital, os serviços devem ser mais práticos e de simples execução. Para isso é necessário o uso de sistemas de gestão que facilitam bastante o trabalho dos profissionais de contabilidade. Um software pode proporcionar uma visão ampla dos custos e dos rendimentos obtidos das unidades de uma organização. Dessa maneira, é possível analisar o patrimônio e as finanças de uma companhia de maneira mais estratégica. Isso pode fazer com que o contador dê informações aos clientes que ajudem a melhorar o gerenciamento do negócio
(Fonte https://blog.faro.edu.br/contabilidade-4-0-o-que-esperar-do-futuro-da-profissao/).

No CCC a formação do profissional deve revelar as seguintes competências e habilidades:

  • utilizar adequadamente a terminologia e a linguagem das Ciências Contábeis;
  • demonstrar visão sistêmica e interdisciplinar da atividade contabilística;
  • elaborar pareceres e relatórios que contribuam para o desempenho eficiente e eficaz de seus usuários, quaisquer que sejam os modelos organizacionais;
  • aplicar adequadamente a legislação inerente às funções contábeis;
  • desenvolver, com motivação e através de permanente articulação, a liderança entre equipes multidisciplinares para a captação de insumos necessários aos controles técnicos, à geração e disseminação de informações contábeis, com reconhecido nível de precisão;
  • exercer suas responsabilidades com o expressivo domínio das funções contábeis, incluindo noções de atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, que viabilizem aos agentes econômicos e aos administradores de qualquer segmento produtivo ou institucional o pleno cumprimento de seus encargos quanto ao gerenciamento, aos controles e à prestação de contas de sua gestão perante à sociedade, gerando também informações para a tomada de decisão, organização de atitudes e construção de valores orientados para a cidadania;
  • desenvolver, analisar e implantar sistemas de informação contábil e de controle gerencial, revelando capacidade crítico analítica para avaliar as implicações organizacionais com a tecnologia da informação;
  • exercer com ética e proficiência as atribuições e prerrogativas que lhe são prescritas através da legislação específica, revelando domínios adequados aos diferentes modelos organizacionais.
  1.  

A graduação em Ciências Contábeis é uma das mais populares do Brasil. Segundo o Censo da Educação Superior, realizado pelo Ministério da Educação em 2017, a profissão ocupa o 4º lugar entre os 10 maiores cursos de graduação em número de matrículas. No mesmo rumo, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e desempregados- CAGED, a contabilidade esteve entre as seis profissões de nível superior que mais contrataram em 2018 no Brasil, com quase 17 mil vagas abertas e preenchidas no mercado de trabalho. Além disso, o levantamento também aponta a carreira como a quarta mais bem remunerada no País. Os dados foram colhidos das empresas instaladas nas 27 capitais e regiões metropolitanas do País (fonte: https://cfc.org.br/noticias/%EF%BB%BFcarreira-contabil-esta-entre-as-que-mais-geraram-empregos-em-2018-e-promete-crescimento-para-2019/).

O profissional atua na contabilidade das empresas e instituições, registrando e controlando as atividades de fluxo de caixa, como pagamentos, cobranças, tributos etc. Com base em uma visão global e dinâmica dos ambientes econômicos e financeiros, retrata as influências desses nas alterações patrimoniais, por meio da identificação, da mensuração, da divulgação e da análise dos eventos e das transações ocorridas nas organizações. Produz informações que subsidiam o sistema de gestão no planejamento, organização, execução e controle das atividades, de forma a contribuir para o alcance das metas e dos objetivos da organização. Elabora estudos de viabilidade econômico-financeira de projetos; executa auditoria e perícia nas áreas contábeis e realiza pesquisa para a solução de novos problemas que demandam conhecimento contábil (Fonte: https://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/guia-de-profissoes/ciencias-contabeis/4edd0f61fb3b72f057000011.html)

Principais áreas de atuação:

  • Planejamento Tributário
  • Orçamento e Controle Orçamentário
  • Auditoria pública ou privada
  • Contabilidade tributária com ênfase em planejamento
  • Contabilidade gerencial
  • Controladoria – Controller
  • Gerente de compliance
  • Professor