Portal do aluno

Em parceria com a Facape, PEIEX inicia nova jornada em Petrolina

O Vale do São Francisco é um celeiro de oportunidades para a exportação, especialmente de frutas produzidas na região. Mas, o Programa de Qualificação para Exportação – PEIEX tem o objetivo de ampliar as oportunidades para empresários que atuam em diversos outros ramos e têm potencial para se tornar um exportador. O Programa funciona em todo território nacional, através de parcerias com instituições de ensino, e em Petrolina é executado com o apoio da Facape. Durante esta semana aconteceu o lançamento do PEIEX na Faculdade.

A abertura da nova etapa de trabalho do Programa contou com as presenças do presidente da Instituição, Prof. Antonio Habib; Wilson Almeida, gerente de relações institucionais da APEX-Brasil, representando o presidente da entidade; Guilherme Coelho, vice-presidente da Abrafrutas; Jorge Souza, gerente de internacionalização da Abrafrutas, Emício Junior, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, representando o prefeito do município, Miguel Coelho, além do secretário de Desenvolvimento Social de Petrolina, Jorge Assunção; o coordenador da Assessoria Especial da gestão municipal, Orlando Tolentino e o Superintendente regional do Banco do Brasil, Eliézio Vasconcelos.

Acompanharam a cerimônia os coordenadores do PEIEX – Petrolina e professores da Facape, Raimundo Lima e Alessandro Brito, além dos coordenadores de curso da Faculdade, Profa. Michela D’Arc, de Comércio Exterior e Prof. Agnaldo Batista, de Ciências Contábeis. Estiveram presentes também representação da AD-Diper, Agência do Empreendedor de Petrolina e Distrito de Irrigação, que fazem parte do comitê consultivo do PEIEX – Petrolina.

O PEIEX é uma extensão da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – APEXBrasil e fornece conhecimento, técnicas e estratégias transmitidos por técnicos à empresários, para que estes iniciem o processo de exportação de forma planejada e segura. A dinâmica de aprendizagem acontece através de consultorias sobre os principais processos que envolvem as transações internacionais e negociações.

O presidente da Facape, Antonio Habib, pontuou em sua fala a importância da retomada do trabalho do PEIEX no Vale do São Francisco. Habib destaca acreditar que, nesta nova etapa, o Programa terá um desempenho excepcional, como o obtido na fase anterior. “Agora com o retorno vamos ter uma proporção ainda maior, acredito que teremos resultados efetivos para que essas empresas se tornem mais competitivas e alcancem cada vez mais mercados”, declarou o professor.

O vice-presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho, evidenciou a importância da parceria entre a Facape e o PEIEX. E também enfatizou que estas iniciativas são positivas para todos os mercados, já que a exportação beneficia toda uma cadeia produtiva interna e externamente. “Vivemos um novo momento do mercado internacional. Graças a luta de muitos, podemos comemorar a retirada de impostos em algumas frutas e outros produtos comercializados para a União Europeia. Ter orientações técnicas de como fazer para conquistar o mercado externo é indispensável para uma região como a nossa, que tem um imenso potencial”, pontuou o ex-deputado.

Formas de ingresso

Vantagens e benefícios

Esta modalidade oferece bolsas para estudantes oriundos de escola pública ou que estudaram em escolas particulares na condição de bolsista. Também estão contemplados servidores da Facape, Prefeitura de Petrolina e seus dependentes.

Para ser beneficiado o candidato deve optar pelo Vestibular Social no ato de inscrição no Vestibular. Ao ingressar na Instituição o estudante tem um desconto total no valor das mensalidades no primeiro ano do curso. Os valores são ajustados semestralmente, de acordo com as regras estabelecidas pelo programa de bolsas.

O aluno que ingressar nessa categoria obriga-se a prestar uma contrapartida de 4 horas diárias de segunda a sexta feira totalizando 960 horas.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC), que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Atualmente a Facape disponibiliza o financiamento para todos os cursos.

Para ser contemplado o candidato deve fazer inscrição no site do FIES e apresentar nota do ENEM.

O CREDIFACAPE é mais uma oportunidade que facilita o ingresso e permanência do aluno na Faculdade. Ao aderir o estudante é beneficiado com um crédito estudantil que financiará 50% do valor do seu curso. O programa beneficia estudantes classificados no vestibular social e não contemplados dentro do número de bolsas reservadas para este público, além de ingressantes com a nota do ENEM, Histórico Escolar, portadores de diploma e estudantes matriculados por transferência externa.

Para dar entrada no financiamento o estudante deve se dirigir a CAD (Central de Atendimento ao Discente) da FACAPE de 8h às 12h e de 15h às 19h. Mais informações no número (87) 3866-3213. 

O Programa Pernambuco na Universidade – PROUNI-PE é destinado à concessão de bolsas de estudo do ensino superior para alunos de baixa renda vinculados a Instituições de Ensino Superior – IES. O PROUNI-PE tem por objetivo a formação de pessoas em nível superior, prioritariamente nos cursos de áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, através da concessão de subsídio financeiro e do atendimento às demandas dos setores econômicos do Estado de Pernambuco, propiciando melhor qualificação de recursos humanos para a sociedade e inclusão social e laboral para os bolsistas. O processo seletivo dos bolsistas possui como critério de seleção o Enem ou outro exame nacional que eventualmente venha a substituí-lo, sendo a nota de entrada mínima definida em edital.
PODEM PARTICIPAR
As bolsas de estudo serão concedidas a brasileiros e/ou naturalizados, não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de 1,5 (um e meio) salário mínimo, ressalvados os casos de complementação pedagógica para bacharéis e segunda licenciatura em áreas afins para professores do ensino fundamental ou médio. Bolsa de 500,00 (quinhentos reais) com contra-partida em participação de programas de extensão e pesquisa na FACAPE.
 Para maiores informações clique aqui

Conheça nossos cursos

Infográfico

Adicione o texto do seu título aqui

Localgrama

Clique na imagem para melhor visualização