Portal do aluno

Presidente da Facape recebe título de cidadão petrolinense em projeto aprovado nesta terça-feira

A Câmara de Vereadores de Petrolina aprovou em votação unânime nesta terça-feira (16), o Projeto de Lei 067/2021 que concede Título de Cidadão Petrolinense ao Presidente da Faculdade de Petrolina – Facape, Antonio Habib. O projeto é de autoria dos vereadores Elismar Gonçalves e Wenderson Batista.

“É um honra conceder esse título ao professor Habib que tento tem contribuindo com Petrolina. Nós fomos colegas de sala de aula na graduação e na pós. Eu acompanhei e acompanho sua trajetória na educação.
Ele é um visionário do ensino na nossa cidade e região, tendo em vista a conquista do curso de medicina para a Facape na gestão dele na Autarquia Municipal,” destacou o vereador Wenderson Batista.

“O professor Habib é merecedor desse reconhecimento por toda a contribuição profissional com o ensino superior não só em Petrolina mas em todo o Vale do São Francisco com a força da Facape. O legado de Habib é relevante para a nossa educação no conselho estadual de educação de Pernambuco onde ele é presidente,” ressaltou o vereador Elismar Gonçalves.

“Foi uma grata surpresa para mim, receber esse título. Petrolina está na minha alma e no meu coração. Aqui realizei muito sonhos e continuo realizando. O mais importante deles foi ter me tornado servidor do município como professor da Facape. Já me sentia petrolinense e agora sou de fato. Agradeço imensamente ao Poder Legislativo e de forma especial aos vereadores Elismar e Wenderson,” frisou Habib.

Habib

Antonio Henrique Habib Carvalho, é professor mestre, empresário, presidente da Faculdade de Petrolina, do Conselho Estadual de Educação de Pernambuco (CEE/PE) e da ANIMES – Associação Nacional das Instituições Municipais de Ensino Superior.
Caçula de cinco irmãos, descendente de família libanesa, neto de árabes, que imigraram para o Brasil mais especificamente para o Sul da Bahia e se estabeleceram como comerciantes e fazendeiros em Itabuna e região. Habib nasceu em Itabuna.
Desde muito jovem Habib se identificava com o comércio e aos 20 anos já era gerente de uma multinacional holandesa que processava resíduos de cacau. Em 1991 Habib fundou um jornal diário chamado “Folha do Sul”, em Itabuna na Bahia. Apaixonado por automóveis se tornou gerente da concessionária Fiat em Ilhéus, mas depois de um tempo decidiu abrir a sua própria loja de veículos em Juazeiro da Bahia, onde ele também chegou a trabalhar na TV São Francisco no setor comercial.
Foi em Juazeiro onde seu amor pelo ensino aflorou, desde criança Habib desejava ser professor, como sua mãe. E na região do Vale do São Francisco realizou o seu sonho de se tornar professor, deixando até mesmo um pouco para trás o mundo dos negócios, mas hoje aos 58 anos Habib está empreendendo em Petrolina com a abertura de uma clínica para atendimento à dependentes químicos, mas ainda prossegue seguindo a sua paixão e carreira maior, a educação.

Formação
Formado em Administração de empresas pela Facape, é professor efetivo do quadro da instituição onde já foi diretor e é o atual presidente.
No segundo mandato como reitor da instituição, certamente um marco de sua gestão foi a recente aprovação do curso de medicina que terá sua primeira turma admitida em 2022.

Assessoria de Comunicação da Facape

Formas de ingresso

Vantagens e benefícios

Esta modalidade oferece bolsas para estudantes oriundos de escola pública ou que estudaram em escolas particulares na condição de bolsista. Também estão contemplados servidores da Facape, Prefeitura de Petrolina e seus dependentes.

Para ser beneficiado o candidato deve optar pelo Vestibular Social no ato de inscrição no Vestibular. Ao ingressar na Instituição o estudante tem um desconto total no valor das mensalidades no primeiro ano do curso. Os valores são ajustados semestralmente, de acordo com as regras estabelecidas pelo programa de bolsas.

O aluno que ingressar nessa categoria obriga-se a prestar uma contrapartida de 4 horas diárias de segunda a sexta feira totalizando 960 horas.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC), que tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Atualmente a Facape disponibiliza o financiamento para todos os cursos.

Para ser contemplado o candidato deve fazer inscrição no site do FIES e apresentar nota do ENEM.

O CREDIFACAPE é mais uma oportunidade que facilita o ingresso e permanência do aluno na Faculdade. Ao aderir o estudante é beneficiado com um crédito estudantil que financiará 50% do valor do seu curso. O programa beneficia estudantes classificados no vestibular social e não contemplados dentro do número de bolsas reservadas para este público, além de ingressantes com a nota do ENEM, Histórico Escolar, portadores de diploma e estudantes matriculados por transferência externa.

Para dar entrada no financiamento o estudante deve se dirigir a CAD (Central de Atendimento ao Discente) da FACAPE de 8h às 12h e de 15h às 19h. Mais informações no número (87) 3866-3213. 

O Programa Pernambuco na Universidade – PROUNI-PE é destinado à concessão de bolsas de estudo do ensino superior para alunos de baixa renda vinculados a Instituições de Ensino Superior – IES. O PROUNI-PE tem por objetivo a formação de pessoas em nível superior, prioritariamente nos cursos de áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, através da concessão de subsídio financeiro e do atendimento às demandas dos setores econômicos do Estado de Pernambuco, propiciando melhor qualificação de recursos humanos para a sociedade e inclusão social e laboral para os bolsistas. O processo seletivo dos bolsistas possui como critério de seleção o Enem ou outro exame nacional que eventualmente venha a substituí-lo, sendo a nota de entrada mínima definida em edital.
PODEM PARTICIPAR
As bolsas de estudo serão concedidas a brasileiros e/ou naturalizados, não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de 1,5 (um e meio) salário mínimo, ressalvados os casos de complementação pedagógica para bacharéis e segunda licenciatura em áreas afins para professores do ensino fundamental ou médio. Bolsa de 500,00 (quinhentos reais) com contra-partida em participação de programas de extensão e pesquisa na FACAPE.
 Para maiores informações clique aqui

Conheça nossos cursos

Infográfico

Adicione o texto do seu título aqui

Localgrama

Clique na imagem para melhor visualização